"Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las!"
Myspace Layouts

terça-feira, 29 de janeiro de 2008

RAPTO MASSIVO EM MOCÍMBOA DA PRAIA

No dia 23/01/2008, foi raptado, por desconhecidos, em Mocímboa da Praia o cidadão Momade Hamade que fora conduzido para um acampamento onde se encontravam cerca de vinte pessoas de ambos sexos igualmente na condição de refêns. Dentre os malfeitores seis eram brancos e dois negros falantes da Língua Portuguesa, mas com sotaque do sul de Moçambique. Segundo reporta o Sr Hamade que se escapuliu alegando pretender ir à casa de banho. Este aproveitou-se da distracção dos guardas que se comunicavam mimicamente. Hamade solicitou despedir-se dos seus familiares, via celular, para segundo disse "dar-lhes a última palavra de vida" tendo sido emprestado um rádio comunicador que o permitiu falar, cerca de um minuto, com um seu tio. Um dos guardas havia deixado escapar que chegaria, naquela noite, um avião que os evacuaria para um lugar incerto. Na altura em que Hamade pediu para ir à casa de banho aproveitara para se escapulir diante da distracção dos guardas. Este empreendeu uma fuga pela mata adentro tendo chegado à Mocímboa da Praia, local onde fora raptado, apresentou-se ao Comandante da Polícia local, tendo relatado o que lhe sucedera. Porém, o Comandante limitou-se em dar seu próprio contacto à vítima apelando que Hamade lhe telefonasse caso visse a viatura dos seus raptores. No dia 27/01/2008, chegaram, à Mocímboa, Parlamentares da RENAMO, nomeadamente, os Deputados Cornélio Quivela e Alicora Intutunha. Tendo estes acompanhado aquele episódio, que poderia ter sido fatídico, solicitaram que Hamade os contasse na primeira pessoa o que lhe sucedera. Este descreveu as circunstância em que teriam acontecido os factos. Os Parlamentares da RENAMO levaram-no à Pemba e no dia 29/01/2008, portanto, hoje, fizeram às 11horas uma conferência de imprensa para denunciar o caso que havia sido ignorado pelo Comandante de Mocímboa da Praia.

Posso trazer acréscimos à este caso.

Ivone Soares

5 comentários:

Ximbitane disse...

Valham-me os meus santos e espiritos, que horror!

Ximbitane disse...

Parece que a moda pegou...

A TVM e alguns jornais da praça anunciaram que 40 crianças e jovens, recuperadas em Manica, estavam na rota do trafico.

Estaremos diante duma "Arca de Zoé" à la moçambicana onde nem a idade conta?

Custódio Duma disse...

ola colega, procuro o contacto dos deputados e do visado, o momade hamade.... a liga ta perseguir o caso!

Ivone Soares disse...

Pois é Ximbitane, temos que estar todos atentos. Obrigada pela visita e comentários. Bjhs

Ivone Soares disse...

Alô Duma, espero que seja dado patrocínio jurídico ao Hamade e tantos outros Hamades que dele precisam. Bem haja a LDH.